Compras em Rivera ou em Livramento? Brasileiros poderão compras nos free shops de Livramento.

Já no ano que vem, brasileiros que estiverem a caminho de Uruguai, Argentina e Paraguai e quiserem comprar produtos livres de impostos não precisarão atravessar o marco de fronteira. Eles poderão gastar até US$ 300 em free shops do lado brasileiro, que ainda não existem, além de US$ 150 nas lojas francas estrangeiras, metade da cota atual. A mudança vale para as chamadas cidades gêmeas de fronteira, que têm integração urbana com países vizinhos - no Rio Grande do Sul, elas são 10, incluindo Uruguaiana e Santana do Livramento. 

A expectativa dos municípios é que os novos empreendimentos sejam liberados ainda em outubro, quando estará disponível o sistema informatizado para controle de estoques, vendas e cotas por indivíduo nas lojas, conforme prometido pelo secretário da Receita Federal do Brasil, Jorge Rachid, no início de junho. Seria a última etapa do processo, que começou com a aprovação de lei pelo Congresso Nacional, em 2012, e passou pela regulamentação do Ministério da Fazenda, dois anos depois. 

De acordo com portaria publicada pelo Ministério da Fazenda em 2014, "somente poderá adquirir mercadoria de loja franca de fronteira terrestre o viajante que ingressar no País e for identificado por documentação hábil" - ou seja, sem especificar se brasileiros ou estrangeiros. Essa mesma portaria indica o limite de US$ 300, por pessoa, para compras de produtos livres de impostos, que pode ser usada uma única vez a cada 30 dias. E mesmo o termo "viajante" não quer dizer, necessariamente, que a pessoa precise estar em viagem internacional - não faria sentido uma cobrança nesse sentido, afirma o especialista em comércio exterior e despachante aduaneiro Oscar Bentancur, já que é preciso apenas atravessar uma rua para caracterizar a viagem. 

A possibilidade de compra por brasileiros nas lojas nacionais é diferente, por exemplo, do que acontece no Uruguai, principal destino de compras em fronteira dos gaúchos - por lá, uruguaios não podem comprar nos próprios free shops. O motivo seria a viabilidade dos empreendimentos, já que o fluxo de estrangeiros nas inéditas lojas não deve ser suficiente para bancar a operação. "Se fizéssemos aqui (proibir a compra por brasileiros), a demanda seria menor. Eles têm poder aquisitivo menor que o nosso", afirma o deputado estadual Frederico Antunes (PP), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Instalação de Free-Shops em Cidades Gêmeas de Fronteira. - Jornal do Comércio 

Fonte: (https://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/07/economia/576543-brasileiros-poderao-usar-free-shops-nacionais.html)

Deixe seu Comentário

Elon Musk was right: artifitial intelligence will make new WAR. The "XEvil" was released!

This message is posted here using XRumer + XEvil 4.0

XEvil 4.0 is a revolutionary application that can bypass almost any anti-botnet protection.
Captcha Bypass Google (ReCaptcha-1, ReCaptcha-2), Facebook, BING, Hotmail, Yahoo,
Yandex, VKontakte, Captcha Com - and over 8.4 million other types!

You read this - it means it works! ;)
Details on the official website of XEvil.Net, there is a free demo version.

Check YouTube video "XEvil ReCaptcha2"

Novo comentário

Pontos Turísticos

Ferradura dos Vinhedos

    Uma parceria com a Unipampa e empresas resultou na rota Ferradura dos Vinhedos, que compreende paradas em um percurso que atende desde vinícolas a cenários típicos da região.      O nome Ferradura descreve o caminho em formato de “U” e Vinhedos por...

Valle del Lunarejo

    Valle del Lunarejo, localizado a cerca de 65 Km da fronteira Livramento/Rivera, é um lugar pouco conhecido, mas de belas paisagens. É um ótimo lugar para descanso, é possível caminhar nas trilhas, nadar, observar pássaros e a vida silvestre, com várias quedas muitas delas...

Parque Internacional

    A Praça Internacional conta com característica especiais que a faz única no mundo. Compreende uma superfície de aproximadamente 55 mil metros quadrados e forma um conjunto ornamental simétricamente disposto entre os dois países. (adsbygoogle = window.adsbygoogle ||...
google.com, pub-0531373513355990, DIRECT, f08c47fec0942fa0